Fim das férias

Setembro 20, 2007

 

 

buarcos.jpg(Zona de Buarcos onde tomei umas banhocas)

 

Este ano tive muitas férias fora de casa.O tempo é que não ajudou muito para irmos à praia, mas foram umas férias muito boas.

Nos dias em que não era agradável ir até à praia, para os lados do Cabo Mondego, ou íamos para Buarcos ou então fazíamos umas passeatas. Umas vezes a pé outras de bicicleta e outras de automóvel.

Em Quiaios, fomos à piscina, porque embora ficasse do outro lado da Serra da Boa-Viagem, a praia também estava ventosa; Em Lavos, fomos ver as salinas e os campos de arroz; Em Montemor-o-Velho fomos, num rico dia de verão, até a um parque zoolológico, muito grande, onde fiquei a conhecer muitos animais selvagens de outras terras e que viviam ao ar livre. As aves é que não, porque podiam fugir.

O meu pai comprou-me um fato de mergulho e foi bom porque assim a água era menos fria.

Também fiquei a conhecer melhor a Figueira. Os passeios na esplanada, em frente ao mar, pela noitinha, foram muito giros porque eu e o João faziamos corridas a brincar. É claro que eu ganhei-lhe sempre. Também andámos a passear de bicicleta e conhecemos outros sítios da cidade.

Ah! também fomos ao circo. Noutro dia os meus pais foram ver um artista chamado Rodrigo Leão no Centro de Artes. Eu e o meu irmão e outros meninos, ficámos a brincar no parque destinado a crianças (sempre que há espectáculos), e que tinha pessoas a olharem por nós.

Quando voltámos da Figueira fui passar mais alguns dias com os meus avós maternos à Nazaré que também é muito bonita. Aqui o tempo já estava melhor e tinha menos ondas, mas mesmo assim algumas vezes usei o fato de mergulho.

Das férias, só houve uma coisa que eu não gostei: Uma menina que o meu pai pôs no nosso barco insuflável comigo e com o João, e que a gente não conhecia, parece ter-se esquecido de lhe devolver uns óculos de nadador que deixou dentro do barco. Mas no dia seguinte o meu pai foi comprar outros.

Agora deixo-vos. Vou fazer os meus TPC

…oooOooo…

NOTA: – Se acharem que houve aqui algum exagero, a culpa é do meu avô que às vezes “faz render o peixe”, como ele costuma dizer, talvez por ser duma zona piscatória…

 

Anúncios

O avatar do Bernard

Setembro 9, 2007

Recebi hoje, dizendo-se muito preocupado, um telefonema do meu neto.

Pediu-me para que avisasse os amigos/as, que costumam vir aqui, de que só para o fim da próxima semana voltará às lides, uma vez que foi novamente de férias com os avós maternos.

Aproveita também para informar que o seu avatar agora é este (ovo pousado a descansar à beira-mar) :

O neto, e o avô do neto, desejam um bom fim-de-semana a todos, acompanhado de um até breve.