A raposa e as uvas

Uma raposa, morta de fome, viu alguns cachos de uvas negras e maduras, penduradas nas grades de uma viçosa videira.

Ela então usou de todos os seus dotes e artifícios para alcançá-las, mas acabou cansando-se em vão, pois nada conseguiu.

Por fim deu meia volta e foi embora, e consolando-se a si mesma, meio desapontada disse:

– Olhando com mais atenção, percebo agora que as Uvas estão verdes, e não maduras como eu imaginei a princípio.

Autor: Esopo

Moral da História:
Para uma pessoa vaidosa é difícil reconhecer as próprias limitações, abrindo assim caminho para as desventuras.

Anúncios

2 Responses to A raposa e as uvas

  1. Je savais que je pouvais compter sur toi !
    Bisous tout verts !

  2. ahlka diz:

    Costumo usar muito essa expressão na brincadeira, para reconhecer as minhas incapacidades… Numa espécie de auto-crítica 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: